Começo inspirado por Renoir e recomeço, pela era digital

Começo uma nova etapa de minha trajetória enquanto artista. Agora, amparada por um portfólio online e com um espaço para expor minhas ideias e falar sobre arte. Nesse primeiro post, de boas-vindas, gostaria de contar um pouco da minha história.
Desenho e pinto desde a infância. “As Meninas Cahen d’Anvers” do artista impressionista francês Pierre-Auguste Renoir, conhecida também como “Rosa e Azul”, era das obras de arte impressas em um calendário na casa de seus pais, em Criciúma (SC). Entre outras obras do mesmo calendário, essa me chamava atenção.
Na verdade, fui arrebatada por ela: eu olhava hipnotizada para as meninas que me olhavam. A partir daquele momento, para surpresa de todos os adultos, eu, que era a menina daquela casa onde as pessoas nunca falavam de arte, passei a desenhar com precisão tudo o que via.

Eu tinha 5 anos quando pela primeira vez vi a “Rosa e Azul” e 57 anos quando vi a mesma obra, daí a original no MASP (Museu de Arte de São Paulo). Dois momentos inesquecíveis!

Minha paixão me levou a estudar Artes Plásticas e começar expor os meus trabalhos, ainda em 1974. Foi o começo de tudo.

E este ano é o recomeço de tudo, dessa vez conectado na era digital.

 
Compartilhe:
admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *