top of page

Quintessência




Penso no ar que respiro no ritmo vital do sopro…


Penso na vida que tanto prezo, mas que tenho dela uma consciência inexata…


Penso no saber que tanto procuro e que para consegui-lo, penso escalar rotas sub e sobre-humanas…


Penso no prazer do resultado da labuta que apesar de honestos esforços e fiéis esperanças, faço as vezes coisas inexplicáveis e talvez inconfessáveis


Albertina Prates

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page